ONU definiu como tema do Dia Mundial do Autismo 2019: ‘Tecnologias assistivas, participação ativa’

Anualmente, todo 2 de abril, a ONU realiza um evento para o Dia Mundial do Autismo na sua sede em Nova York (EUA). Neste ano, a reunião se concentrará em alavancar o uso de tecnologias assistivas para pessoas com autismo como uma “ferramenta para remover as barreiras à sua plena sustentabilidade social, econômica e social. participação política na sociedade e na promoção da igualdade, equidade e inclusão”.

Cada vez mais nos deparamos com a necessidade de estarmos nos reinventando e promovendo novas formas de ensinar, porque o que importa não é apenas “o que” está sendo ensinado, mas sim “o como” isso está sendo feito”. É preciso entender que vivemos em um mundo onde as mudanças tem acontecido de forma exponencial, e o que “ontem” era novo, “hoje” já se tornou ultrapassado, estamos passando por uma ruptura tecnológica, onde precisamos “aprender, desaprender e aprender novamente”, para nos mantermos atualizados.

Nós educadores, temos o compromisso de entender nosso público alvo, e além de criatividade, ter empatia para escolher a melhor metodologia para transmitir o conhecimento. Porque nós somos apenas “semeadores” e para que essa semente do conhecimento floresça é preciso estudar o terreno, escolher as ferramentas certas para tornar a terra fértil, regar e esperar que ela dê ótimos frutos.

Flavia Santos – Consultora e  Palestrante